Veja o final trágico do casal que raptou as próprias filhas.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Sergipe, o casal suspeito de raptar as filhas biológicas foi achado no início da noite desta quinta-feira (1) em Ninho da Penca, SE, juntamente com as duas novas de 2 e 3 anos, que estavam sob conserva judicial provisória com um congênere da família.

Na atuação que encontrou os suspeitos, o estirpe foi baleado ao ser cercado pela polícia e também dessa maneira comportar-se, o mesmo foi levado ao hospital, porém não resistiu, já a mãe foi preia em flagrante, enquanto as novas foram encaminhadas ao Sugestão Tutelar.

A incursão na casa da família no qual as duas filhas estavam ocorreu na última quarta-feira, dia 31, que contou com os pais armados com uma faca e revólver. A mulher que aparecia na aposento foi trancada no toalete para por isso as novas serem levadas pelo casal.

Esta é a segunda vez que o casal perdeu a conserva das filhas, a primeira foi em outubro de 2017, ambas, pelo mesmo razão, negligencia e maus tratos às novas. E de acordo com a advogada do casal, Jane Glécia, que não sabia do plano dos pais, a simulação deles foi de agonia por terem transtornado mais uma vez.

O casal tem mais uma filha além das que foram raptadas, de 2 anos, porém não se entende no qual ela se encontra, com o Sugestão Tutelar ou com um congênere da família. Da mesma maneira, as novas raptadas encaminhadas, também esperam a justiça optar sobre o paradeiro de ambas.

Além dos pais e das crianças, a polícia similarmente encontrou no local o revólver, a faca, e a motoca roubada pelo casal na noite do crime, juntamente com 2 aparelhos celulares usados por eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *