Saiba qual a documentação necessária para contratar um financiamento de motocicleta.

A motocicleta é um meio de transporte muito utilizado em todo Brasil. Ela é prática, econômica e muito versátil tanto para cidades quanto para as áreas rurais. Sendo assim, o financiamento de moto acaba sendo opção de compra de muita gente.

Ter uma moto facilita o dia a dia das pessoas que a possuem, outro ponto importante que trás vantagens sobre possuir um carro é a economia da mesma. Podemos dizer que a economia de combustível, por exemplo, enquanto um carro econômico roda em média 10 km com 1 litro de combustível, uma moto de 150 cilindradas é capaz de rodar mais de 30 km.

Vamos falar abaixo sobre a documentação necessária para realizar um financiamento de motos.

Documentação Necessária

Financiar uma motocicleta não é tão fácil e rápido como as propagandas mostram. Na verdade, se um único documento da lista exigida pela financeira não estiver de acordo, seu financiamento não é aprovado. Desta forma essa ida e vinda de documentação é bastante estressante para quem vai tirar uma moto financiada. Portanto, preste muita atenção ao separar os documentos.
A documentação exigida para entrar em um financiamento de motocicleta, normalmente, é a seguinte:

1- Cópia do RG/CPF

Documento básico de identificação pessoal.  Confira se sua carteira de identidade possui seu número de CPF, se não tiver, leve juntamente uma cópia do CPF. Ou você também pode usar sua Carteira de Habilitação.

2- Carteira de Trabalho

Você emprestaria dinheiro para alguém que não possui uma renda? Pois é, os bancos e financeiras também não. Então você precisa comprovar renda, e geralmente se faz isso com a Carteira de Trabalho. Lembre-se, você precisa de ao menos três meses de carteira assinada para ter o seu crédito aprovado!Algumas instituições também aceitam o histórico da sua movimentação bancária dos últimos meses, no caso de você trabalhar como freelancer/informal.

3- Comprovante de residência

Serve conta de luz, água, telefone ou qualquer outra que seja endereçada todos os meses para você. Lembrando que você precisa de pelo menos uma conta no seu nome. Para alguns bancos, não adianta a conta estar no nome de um parente seu, mesmo que você more na mesma casa.

E não adianta discutir, o dinheiro é do banco e ele escolhe as regras, portanto, siga as regras do jogo. Caso você não tenha conta nenhuma no seu nome, converse com quem mora com você para passar a conta de energia para seu nome, desse modo você não terá problema algum em relação a este documento.

Veja mais conteúdo como este em nossa página Jornal Na Net.