Está como nome restrito? Saiba como planejar seu controle financeiro.

São vários os motivos que nos levam a não honrar um compromisso financeiro. Independentemente deles, ficar com nome restrito é uma situação que coloca as pessoas diante de cobranças constantes. Pior, com dificuldade de se obter crédito na praça. Até o financiamento de carro para negativado é mais difícil.

Por esse motivo, preparamos este artigo que tira todas as dúvidas para quem quer financiar um carro e está com restrições no CPF. Nele, explicamos como tentar um financiamento, de que modo as suas dívidas podem ser renegociadas e a importância de se fazer um bom planejamento e controle financeiro.

O CPF está negativado, e agora?

O Cadastro de Pessoa Física (CPF) é um dos principais documentos que nós, brasileiros, temos. Esse número é atrelado aos contratos que estabelecemos, seja de compra ou venda de produtos, bens e serviços. Quando deixamos de honrar com o pagamento desses contratos, o nosso CPF pode ser cadastrado nas agências de proteção ao crédito.

As duas mais famosas são o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa Experian. As empresas nas quais temos dívidas enviam o número do nosso CPF para essas agências, que alimentam bancos de dados compartilhados entre diversas organizações. Desse modo, podemos ser impedidos de obter crédito em outras instituições.

Como fazer o planejamento e o controle financeiro?

Baixe uma planilha ou um aplicativo para o seu smartphone de controle financeiro. Acompanhe mensalmente as receitas e despesas, anotando as entradas e saídas de dinheiro. Observe os seus hábitos e tente adequá-los conforme a sua condição econômica, ou seja, nada de gastar mais do que ganha — muito menos fazer novas dívidas.

Na hora de comprar um produto ou contratar um serviço, não se contente com a primeira oferta que ouvir. Aprenda a comparar preços! Use a internet para facilitar esse processo. Quando estiver com vontade de comprar algo, questione-se da real necessidade dele e leve um tempo para pensar — 30 dias, no mínimo.

Crie um planejamento financeiro. Estabeleça metas e objetivos para que você possa alcançá-los. Se o seu desejo é financiar um automóvel, programe-se para isso! Em vez de estabelecer metas impossíveis, comece pelas mais fáceis e aumente o grau de dificuldade aos poucos.

Não se esqueça de contabilizar no seu planejamento financeiro o ato de economizar, por dois motivos: as contas e impostos anuais como o IPVA e IPTU e os imprevistos. Se o planejamento estiver em uma ferramenta online, isso facilitará o seu acompanhamento e o consequente controle do dinheiro que ganha.