Em SP uma Grávida morreu após ter tido um derrame na porta da igreja, alguns minutos antes de subir ao altar

Jéssica Victor Guedes, 30 anos, tinha o sonho de casar e ser mãe. A gestação veio primeiro, no entanto mesmo grávida, ela decidiu preservar o cerimonial ao lado do escolhido o tenente Gonçalves.

Não obstante, na data do casamento, minutos antes de alar ao religião, a jovem acabou sofrendo um Acidente Vascular Cerebral (AVC), o popular derrama, e acabou morrendo. A fatalidade ocorreu no último final de semana, como evidência uma assunto da Auditoria Crescer.

Jéssica, que já aparecia no sétimo mês de preparação, começou a se sentir mal no dia do casamento. As indivíduos que estavam com ela achavam que era a impaciência do dia tão pressentido. Não obstante, no percurso para a igreja, a situação piorou. O escolhido já encontrou a futura mulher desacordada na acesso da igreja.

Fatalidade em casamento: noiva possui AVC e morre antes de alar ao religião

O tenente já tinha sido bombeiro, por isso, tirou de tudo para soltar a vida da companheira, prestando os primeiros socorros. Não obstante, ela foi levada para um hospital da região. Jéssica teve um AVC hemorrágico, por conta de uma pré-eclâmpsia, e já chegou à maternidade sem exercício cerebral, ou seja, morta.

A equipe do hospital tirou de tudo para soltar a criança. Sophia nasceu, porém está com somente um quilograma. Ela precisa ficar no local até engordar, sendo cuidada em uma UTI neonatal.

O casal tinha roçado bastante dinheiro para o casamento, não esperando a situação. Agora colegas fazem uma tipo de vaquinha para pagar os custos do hospital, já que ele não faz parte do arranjo da jovem.


Leiam Também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça seu Cadastro abaixo:

Receba informações sobre esportes, notícias atuais, crédito, financiamentos e muito mais!

You have Successfully Subscribed!